Câmara Municipal de Planalto
Horários de Funcionamento da Camara
AGENDA 18/05/2022 |

Próxima Sessão 26/05/2022

 

CONHEÇA PLANALTO



SOBRE O MUNICÍPIO

Desde tempos anteriores a colonização, a região pertencente ao município foi povoada por tribos indígenas Kaingangs e Guaranis. No início do século XX, os primeiros aventureiros vinham de Nonoai, apenas a procura de uma suposta Igreja de Jesuítas onde estariam enterrados valiosos tesouros.
Em 1911, Bernardo Tavares de Miranda e seu irmão Severo, fixaram residência no local, onde mais tarde, passaria a se chamar Vila Pinhalzinho (atualmente pertencente ao município). Pela ordem, os primeiros colonizadores eram de origem portuguesa, depois os de origem polonesa. Os italianos e alemães chegaram por último por volta de 1946 (década de 1950) e são quase todos posteriores ao período da demarcação das terras. Neste período, as terras receberam a primeira denominação: "Sede Nova". 

Em 1948, por determinação estadual, teve início o levantamento topográfico para o plano de urbanização e os trabalhos de demarcação de lotes rurais. Em 1 de março do mesmo ano, o distrito de Planalto foi fundado, subordinado ao município de Iraí (Lei Municipal n° 15/1948 de Iraí - RS). Tal nome deu-se em razão do relevo do local, situado sobre terreno elevado.
Quinze anos depois, em 26 de dezembro, pela Lei Estadual n° 4.692/1963, o distrito é elevado à categoria de município mantendo a mesma denominação. A lei foi promulgada pelo Governo do Estado, pelo atual Governador da época, Ildo Meneghetti, e então o município de Planalto foi desmembrado de Iraí, com uma área de 284 km², a 568 metros de altitude e a 433 quilômetros da Capital do Estado, Porto Alegre. 

A primeira Administração foi oficialmente empossada em 13 de abril de 1964. 

Atualmente, o município é composto por quatro distritos (Planalto, Santa Cruz, São José e São Luiz) e a reserva indígena.
Localiza-se a uma latitude 27º 19' 44 sul e a uma longitude 53º 03' 31 oeste, estando a uma altitude média de 568 metros. Possui área de 230,42 km². O município conta com as águas do Rio do Mel, afluente do Rio Uruguai que tem fronteira fluvial com a Argentina e Uruguai. Faz parte da Região das Hidrominerais, está localizado dentro do perímetro do Aquífero Guarani, Microrregião de Frederico Westphalen.

DADOS GERAIS

População total (2010): 10.524 habitantes
Área (2010): 230,4 km²
Densidade Demográfica (2010): 45,7 hab/km²
Taxa de analfabetismo (2010): 11,29 %
Expectativa de Vida ao Nascer (2000): 67,45 anos
Coeficiente de Mortalidade Infantil (2010): 7,25 por mil nascidos vivos
PIBpm(2008): R$ mil 187,042
PIB per capita (2008): R$ 18,062
Exportações totais (2010): U$ FOB 490
Data de criação: 26 de dezembro de 1963 - (Lei nº. 4692)
Município de origem: Iraí e Nonoai
Seu Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) é de 0,741, segundo o Atlas de Desenvolvimento Humano/PNUD (2000)
Clima
Apresenta um clima do tipo subtropical úmido. A temperatura média anual é 19,5 °C, com máximas em torno de 39°C em janeiro e 20°C em julho e mínimas de 17 °C em janeiro e -2°C em julho.
Os verões são moderadamente quentes, com temperaturas máximas que podem ultrapassar os 36 °C em certos dias. Os invernos tendem a ser úmidos e amenos, e não raramente durante os picos de frio observam-se temperaturas máximas de apenas um dígito e mínimas abaixo de 0 °C. Nos meses mais frios é comum a formação de geada e, mais ocasionalmente, a ocorrência de neve.
Pontos turísticos
Planalto possui uma fração do Parque Estadual Florestal de Nonoai. No total, são quase 18 mil hectares de mata virgem no qual está presente a Reserva Indígena Kaingang e Guarani.
Outros pontos que se destacam são a Igreja Matriz, as furnas (garimpo de pedra ametista), o Museu do Índio e o Rio do Mel.


HISTÓRICO DE PLANALTO

Por volta do ano de 1928 a atual área do município era de mata intensa, ainda habitada parcialmente por índios Kaigangues, Guaranis e alguns posseiros. Devido ao seu território estar situado entre o Rio da Várzea e o Rio dos Índios, até o Rio Uruguai, possuía uma terra fértil, fato que atraiu muitos colonizadores na época. O início do povoamento da atual sede do Município deu-se em 1946, recebendo como primeira denominação Sede Nova. Devido ao seu relevo, situado sobre terreno elevado, recebeu mais tarde o nome de Planalto.

Em 26 de dezembro de 1963, foi criado através da Lei Estadual nº 4692, promulgada pelo Governo do Estado, Ildo Meneghetti, o município de Planalto, desmembrado de Iraí e território de Iraí e Nonoai, com uma área de 284 km², a 568 metros de altitude e a 433 quilômetros da Capital do Estado. A primeira Administração foi oficialmente empossada em 13 de abril de 1964.


A ESCOLHA DO HINO MUNICIPAL

O hino Planaltense foi criado no ano de 1998, por iniciativa da Administração Municipal. Na época a Administração lançou um concurso que qualquer cidadão podia participar enviando suas sugestões de letras. Após analisar todas as sugestões recebidas, a letra escolhida foi a de autoria de Jandir Valentini, autor também da melodia. Mais tarde a letra foi gravada nas vozes de Luir de Vargas, Carolina Meneghetti Biesek e Luciana Deliberali. Conforme o autor, a letra foi inspirada em fatores que pudessem identificar o Município. Na época os recursos para gravação eram poucos, mas ainda assim o trabalho produzido foi satisfatório e agradou a população. Jandir Valentini declarou que sente-se honrado pela letra que ele compôs ter sido escolhida para ser o hino do Município e representar o sentimento dos planaltenses, já que trata-se de algo importante e que ficará para sempre na memória de todos os cidadãos.


HINO DE PLANALTO

Lembranças que se guardam na memória,

De quem já teve o prazer de conhecer

Rizonho e lindo é um orgulho pro Rio Grande

Somos teus filhos e te amamos pra valer

Terra querida que tem o nome na história

Torrão bendito onde o céu é cor de anil

A hospitalidade do seu povo que aí mora

Terra de glória é um pedaço do Brasil

Refrão:

Este lugar é Planalto

Bom pra trabalho e lazer

Que bom sou um Planaltense

Daqui não saio até morrer.

As nossas riquezas são tantas

Na agricultura, o comércio e pinheirais

O ar mais puro e o som das matas silvestres

E a beleza das pedras naturais

Temos orgulho por sermos de Planalto

Somos gaúchos do Alto Uruguai

Deus abençoe, que seu povo siga em frente

E de Planalto não saiam nunca mais


CURIOSIDADES SOBRE PLANALTO

A primeira casa comercial foi instalada em 1944.

As primeiras estradas do interior do Município começaram a se abertas em 1947.

Em 01 de março de 1948, Planalto é elevado à condição de Distrito de Iraí, Lei Municipal nº 15.

O primeiro Sub-Delegado de Polícia, foi designado em 1948.

A primeira missa foi celebrada em 1948.

A primeira serraria estabeleceu-se em 1949.

O primeiro açougue estabeleceu-se em 1949.

O primeiro prédio de alvenaria foi construído em 1950.

A primeira farmácia instalada no Município foi em 23 de março de 1951.

Em 1951, foi inaugurada a Igreja Matriz.

Em 12 de março de 1953, foi criada a Paróquia Nossa Senhora das Graças e aconteceu a posse do primeiro Vigário.

Em 02 de abril de 1954, foi criada a Estação Rodoviária.

Em 10 de agosto de 1955, foi criado o Grupo Escolar Bom Pastor, pelo Decreto Estadual nº 6267.

Em 1955, foi inaugurado o primeiro posto de combustíveis.

Em 06 de dezembro de 1956, foi fundada a Sociedade Beneficente Nossa Senhora Medianeira.

O primeiro Escritório de Contabilidade foi fundado em 1958.

Em 1960 foi aberta na cidade uma Sala de Cinema.

Em 18 de junho de 1963, foi fundado o Centro de Tradições Gaúchas “Sinuelo dos Pampas”.

Em 26 de dezembro de 1963, foi criado o Município de Planalto, através da Lei Estadual nº 4692.

Em 29 de fevereiro de 1964, foi fundado o Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Planalto. 

A primeira Eleição Municipal ocorreu em 29 de março de 1964.

Em 13 de abril de 1964, foi realizada Sessão Solene da Câmara de Vereadores tomando posse o primeiro prefeito e o primeiro vice-prefeito da história.

Em 15 de abril de 1964, foi instalada oficialmente a Prefeitura Municipal de Planalto.

Em 1964 foi instalado o 3º Grupamento de Polícia Militar.

Em 02 de maio de 1966, foi criado o Posto de Assistência Médico-Sanitário (PAMS).

Em 05 de outubro de 1969, foi instalada a Delegacia de Polícia de Planalto.

Em 31 de março de 1970, começou a ser feito o calçamento nas ruas centrais da cidade.

Em 01 de março de 1972, foi instalada a Agência do Banco Bamerindus do Brasil S/A.

Em 07 de agosto de 1972, foi implantada a telefônica semi-automática.

Em 13 de abril de 1973, foi instalada a Agência Postal de Planalto, da ECT.

Em 07 de agosto de 1973, foi realizada a primeira Olimpíada Estudantil.

Em 11 de maio de 1974, foi instalado o Posto da CEEE.

Em 08 de abril de 1975, foi fundada a Câmara Júnior de Planalto (CAJUPLAN).

Em 11 de junho de 1975, foi instalado o Escritório Municipal da ASCAR, atualmente EMATER.

Em 19 de agosto de 1975, foi fundada a Associação Comercial de Planalto (ACOPLN).

Em 1980, foi instalado o Posto Avançado do Banco do Brasil.

Em 07 de agosto 1981, foi criada a marca de Planalto, Lei Estadual nº 7550/81.

Em 04 de novembro de 1981 Planalto recebe a visita do Governador em exercício para instalação da Agência do Banco do Estado do Rio Grande do Sul.


SOBRE O PODER LEGISLATIVO MUNICIPAL

O Poder Legislativo de Planalto teve sua primeira candidatura instaurada no ano de 1964, quando ocorreu a emancipação político-administrativa do Município. 

Na época a Casa era composta por 7 representantes, permanecendo assim por 3 legislaturas.

Na 4º legislatura, empreendida entre os anos de 1977/1982, contou-se com a composição de 10 vereadores, e a partir da 5º legislatura, fixa-se em 9 vereadores para representar a comunidade planaltense.

Composição da 1ª legislatura – 1964/1968

- Agostinho Dall’Alba (Presidente)

- Possidonio Assis Ocoa

- Adolfo Fontana

- Armando Reginatto

- Avelino Reginatto

- Fernando Bortoluzzi

- Willy Valdelirio Picoloto


IMPORTÂNCIA DO PODER LEGISLATIVO

Serve como uma ponte entre o povo e o Poder Executivo, já que vai entender as demandas que a comunidade precisa, e decidir sobre a aprovação ou não, das propostas direcionadas pelo Prefeito, analisando o que é de interesse coletivo. 

Serve ainda como órgão fiscalizador da administração, se os recursos estão sendo bem aplicados e as leis estão sendo cumpridas. 

Os vereadores tem muito poder em suas mãos, por isso da necessidade se eleger pessoas que vão trabalhar em prol da comunidade, visando os interesses coletivos. Sei da capacidade dos colegas vereadores, estamos muito bem representados.





logo da câmara de planalto

@2022 CÂMARA MUNICIPAL DE PLANALTO - RS

Avenida Presidente Vargas, s/nº, Centro de Planalto-RS CEP: 98470-000 Fone/Fax: (55) 3794-2440

Desenvolvido por InnovareWeb